.

Marília Arraes viaja pelo estado e pode ser uma boa opção para suceder Paulo Câmara


Enquanto o atual governador, deputados federais, ministros e senadores, brigam por uma vaga na chapa majoritária a sucessão para governo de Pernambuco em 2018, uma vereadora corre por fora e pode ser uma boa surpresa na próxima eleição. Seu nome é Marília Arraes, a mais nova petista, que veio para dar um tom de renovo a sigla no estado.

Marília carrega consigo vários fatores positivos que a colocam como candidata competitiva na corrida para o governo do estado ou qualquer outro cargo. Ela carrega o sangue e o sobrenome do grande Miguel Arraes e é também prima do ex-governador Eduardo Campos; é mulher de perfil forte e que vai de contra ao atual modelo político do estado e do Brasil.

Sem a presença de políticos de renome, Marília está viajando o estado e já conquista apoios, podendo assim cair nas graças do eleitorado, que está em busca de caras novas. A vereadora pode levar vantagens com o enfraquecimento da Frente Popular, que sobre baixas na projeção para a reeleição de Paulo Câmara (PSB); pelas disputas internas entre o PMDB e PSDB e também pela imagem negativa que Armando Monteiro (PTB) ficou ao votar contra o trabalhador, na Reforma Trabalhista.

É nesta conjuntura política favorável, que uma vereadora com quase 12 mil votos, pode chegar ao segundo turno para governo do estado. Pela sua garra, se caso o PT decida em apoiar a reeleição de Câmara ou ainda apoiar mais uma vez Armando Monteiro, Marília poderá ocupar a vaga de vice, ou concorrer a uma cadeira na Câmara Federal.

Por Marciel Aquino

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso