.

Criança que reside em distrito de Brejo da Madre de Deus é diagnosticada com Calazar

Doença presente em animais e que é transmitida por mosquitos já é a segunda tipo parasita que mais mata no mundo; Secretaria de Saúde de Pernambuco está sob alerta.
Imagem meramente ilustrativa
Uma criança de apenas 5 anos que reside em São Domingos, distrito de Brejo da Madre de Deus, foi recentemente diagnóstica com Calazar, uma doença que se manifesta quase sempre em cães mas que também pode ser transmitida para o ser humano, podendo ainda provocar a morte.

Em humanos a doença é mais conhecida como Leishmaniose, uma enfermidade que compromete principalmente o baço, o fígado e também a medula óssea, sendo mais fácil de se propagar nas regiões rurais do Brasil, na região do Nordeste, mas também pode estar presente em qualquer outro local, o que aumenta o índice de preocupação para com a mesma.

A doença surge em áreas urbanas através de animais, excepcionalmente os que ficam soltos em ruas e avenidas. Atualmente a Calazar ocupa a segunda posição entre as doenças parasitas que mais estão matando em todo o mundo, perdendo somente para a malária que continua sendo a mais mortal de todas. E a situação tende a se complicar ainda mais já que a Calazar é extremante perigoso e está entre as doenças tropicais que continuam sendo negligenciadas.

Diagnóstico do referido caso

A criança acometida pela doença recebeu o diagnóstico no Hospital Mestre Vitalino (HMV), em Caruaru. Membros da Secretaria de Saúde de Pernambuco (SSP) também foram notificados sobre o caso e acompanharam o desenrolar dos exames de perto, demonstrando imensa preocupação com o ocorrido.

Para evitar que o problema se alastre a SSP está estudando a viabilidade de realizar exames em todos os ocupantes da residência onde o menor mora, quiçá em toda a população da rua, além do acompanhamento de animais com suspeita de contaminação.

Importante saber

Com o aumento de mosquitos na região a população deve ficar atenta para os prováveis sintomas e também a prevenção. Vale destacar ainda que a doença pode ser transmitida por outros hospedeiros, como carrapatos.

Sintomas 
Foto: Divulgação
O calazar é transmitido pelo mosquito-palha ou birigui, que passa um protozoário para a corrente sanguínea. O parasita percorre o corpo do hospedeiro e atinge o fígado, o baço, a até a medula óssea. Se não tratada a leishmaniose visceral (nome científico da doença) pode até matar. Inicialmente, parasitas leishmânia causam feridas no local da picada do mosquito-palha. Se a doença progredir, ela ataca o sistema imunológico. O calazar se manifesta de dois a oito meses após a infecção com sintomas mais generalizados, incluindo febre prolongada e fraqueza. Então, confira Algumas Prevenção Contra o Calazar.

Prevenção:

– Evitar construir casas e acampamentos em áreas muito próximas à mata
– Fazer dedetização, quando indicada pelas autoridades de saúde
– Evitar banhos de rio ou de igarapé, localizado perto da mata
– Utilizar repelentes na pele, quando estiver em matas de áreas onde há a doença
– Usar mosquiteiros para dormir
– Usar telas protetoras em janelas e portas.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso