.

Aumento de 12,9% no gás de cozinha deve impactar orçamento de consumidores, diz economista no AM

Imagem: Blog do Bruno Muniz
O valor do gás de cozinha terá reajuste de 12,9%, em média, a partir desta quarta-feira (11). As informações foram anunciadas pelo Grupo Executivo de Mercado e Preços (Gemp) da Petrobras. Segundo o economista Ailson Rezende, o orçamento de várias famílias e empresas - principalmente as que atuam diretamente com produção de alimentos – deve ser impactado.

"O aumento do gás de cozinha irá afetar pessoas de todas as rendas, principalmente as pessoas de baixa renda porque pra elas qualquer aumento é um impacto terrível. Segundo, vai afetar as pessoas que fazem refeição fora de casa, já que o preço da refeição vai aumentar também. Nós não temos aumento de salário, logo a nossa renda será diminuída. Todo mundo sofre com esse impacto", afirmou Rezende.

Para Silvaney Tavares, de 32 anos, que trabalha com serviço de buffet, o aumento terá impacto negativo.
"Quando se tem um aumento de gás, principalmente porque não é o primeiro [aumento], e por ser um valor bem alto, a gente não consegue segurar um valor acessível, porque nós que trabalhamos com bufftet temos que mudar o valor do buffet, porque toda a programação de alimentação depende do gás. A gente gasta muito gás, então isso realmente preocupa bastante principalmente para o consumidor. A gente não consegue segurar o valor atual [do serviço de buffet] com esses aumentos absurdos", informou.
De acordo com o proprietário de uma distribuidora de gás, localizada no bairro da Betânia, na Zona Sul de Manaus, o aumento é negativo. "O Brasil já está bagunçado. Esse aumento só vai piorar", informou o proprietário que preferiu não se identificar.

Reajuste

De acordo com a Petrobras, o último reajuste ocorreu no dia 26 de setembro de 2017. A alteração atual não se aplica ao GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) destinado a uso industrial/comercial.

Ainda segundo a Petrobras, o percentual de reajuste reflete, principalmente, a variação das cotações do produto no mercado internacional.

Com informações do G1

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso