.

Mutirão de negociações para endividados será realizado em Santa Cruz do Capibaribe

Foto: Assessoria de Comunicação
Nos dias 25 a 28 de setembro a cidade de Santa Cruz do Capibaribe vai receber ação conjunta entre a Prefeitura e Procon,  com a realização de um mutirão que prevê oferecer condições de acordos entre endividados com a Celpe, Compesa, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú e Santander, além de algumas empresas voltadas a destinar empréstimos consignados e operadoras de telefonia. As ações serão realizadas na sede da Prefeitura das 8h às 13h.

De acordo com Danielle Senna, gerente jurídica do Procon-PE, a ação traz uma oportunidade da população de negociar suas dívidas.
“Santa Cruz do Capibaribe é um município que tem uma economia aquecida e com o apoio dado pelo Procon e Prefeitura, iremos dar oportunidades para negociações. Iniciamos essas ações na Capital e devido ao grande sucesso, o Governo do Estado vendo a necessidade da população que por muitas vezes se deslocava até Recife para negociarem suas dívidas, nos procurou e demonstrou interesse em realizarmos um cronograma para percorrer cidades do interior do estado”, elencou.
Foto: Assessoria de Comunicação
O mutirão não se destina apenas aos consumidores devedores do município de Santa Cruz do Capibaribe, mas também de cidades vizinhas como Jataúba, Taquaritinga do Norte, Toritama e Brejo da Madre de Deus, alcançadas pelo órgão. Essa já é a segunda vez que o Procon realiza mutirão no município. Na primeira edição, cerca de mil pessoas foram atendidas.

Os interessados em participar da ação devem comparecer até a Prefeitura nos dias que acontecerão as ações com documentos pessoais: RG, CPF e Comprovante de Residência, bem como os comprovantes das faturas que estão em débitos, a ordem de atendimento será definida por senha..

Pesquisa - Segundo pesquisa divulgada pela CNC (Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo), mais uma vez foi constatado que, assim como nos anos anteriores, o cartão de crédito foi o principal responsável pelo endividamento, com a modalidade atingindo no ano passado 77,1% das famílias. O carnê vem em segundo lugar, atingindo 15,4% das famílias e, em terceiro lugar, as dívidas contraídas por famílias para financiamento de carro, que chegam a 11,2% do total. Outro dado importante, constatado pela pesquisa, foi o crescimento do crédito pessoal entre os tipos de dividas mais citados, com 10,3% de participação. Em 2016 a média deste tipo de endividamento era de 9%.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso