.

PT e PTB separados em 2018


Pelo que vem se desenhando, tudo indica que o PT de Lula e o PTB de Armando Monteiro, estarão em palanques distintos nas eleições de 2018 em Pernambuco. A nível nacional o Partido Trabalhista Brasileiro que de trabalhista não tem nada, pois há muito tempo vem apoiando a política neoliberal do PSDB, que dá sustentação aos empresários e tira direitos do trabalhador. Tendo em vista que a maioria dos deputados e senadores do partido votaram a favor do governo Temer, na reforma trabalhista. 

Aqui em Pernambuco o PTB vinha de longa data alinhado com o PT. Em 2014 os petistas apoiaram Armando para governador, que perdeu para o então governador Paulo Câmara (PSB). Em 2016, Armando apoiou o PT para a prefeitura do Recife, onde João Paulo perdeu para o então prefeito, Geraldo Júlio (PSB). 

As últimas declarações de representantes do PT e do próprio Armando, demonstra essa divisão nas eleições de 2018. Primeiro alguns representantes do partido dos trabalhadores em Pernambuco declararem que o partido terá candidato próprio ao governo. Alguns nomes como o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque e o presidente do partido Bruno Ribeiro, já chegaram a apresentar a vereadora Marília Arraes, como candidata do partido.

Após essas declarações o senador Armando Monteiro em entrevista ao jornalista Magno Martins, atacou duramente a posição do PT em lançar candidatura própria. “O Armando de hoje não é diferente do Armando que fez as alianças históricas com o PT em favor da modernização do País". Para ele, quem mudou, na verdade, foi o PT de Pernambuco, que agora, ao invés de uma aliança, está muito mais preocupado com os interesses momentâneos do partido, de acordo com as atuais circunstâncias, declarou Monteiro. 

Com essa separação em Pernambuco, colocará também o grupo de oposição em Santa Cruz do Capibaribe em palanques diferentes. Enquanto Zé Augusto e vereadores do PTB tendem a seguir  Armando; Ernesto Maia (PT), Deomedes (PT), deverão apoiar Marília para governadora e Humberto Costa (PT) para deputado federal. Resta saber para que palanque irá o ex-vereador Fernando Aragão, que apesar de está no PTB, poderá seguir o palanque petista.

Por Marciel Aquino

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso