.

"Vamos divergir, vamos nos enfrentar, mas na política”, declara Fernando Bezerra Coelho sobre condenação de Lula

Foto: UOL
O senador pernambucano, Fernando Bezerra Coelho (PSB) que é investigado na Operação Lava Jato, saiu em defesa do ex-presidente da república, Lula. Para o senador a condenação que prevê a prisão do petista por nove anos e seis meses deve ser encarada como uma forma de impedir que o mesmo dispute as eleições.

Em pronunciamento realizado no ‘Pernambuco em Ação’ que aconteceu em Petrolina, onde estava presente o governador, Paulo Câmara e membros do PSB, o senador declarou. “Vamos divergir, vamos nos enfrentar, mas na política”.

O senador que já foi ministro da Integração de Dilma Rousseff, criticou o PT e afirmou que o partido ‘afundou o país’ na crise econômica, mas defendeu ações do governo de Lula.
“Não estaria confortável se na minha terra não pudesse dar uma palavra em nome de quem viabilizou o polo automotivo de Pernambuco, a refinaria, os estaleiros, a Univasf e as escolas técnicas pelo interior do Estado”, disse.
“Ninguém vai sair da crise querendo varrer a classe política. Vamos sair da dela pela política e com os políticos”, disse.
Ainda em seu pronunciamento, o senador, que recentemente teve seu nome divulgado por Lula como adversário de Paulo Câmara, voltou a citar seu bom relacionamento com o governador e elogiou o mesmo.
“O governador Paulo Câmara tem feito um grande esforço para manter o equilíbrio das contas públicas do Estado e tenho certeza que Pernambuco estará na dianteira quando o Brasil voltar a crescer”, finalizou.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso