.

Senadores Pernambucanos votam favoráveis a Reforma Trabalhista

Apenas Humberto Costa se posicionou contra
Foto: Divulgação
Em votação expressiva de 50 votos a 26, além de uma abstenção, a Reforma Trabalhista, proposta pelo Governo do presidente Michel Temer (PMDB) foi aprovada no Senado Federal. Durante a votação, várias polêmicas foram registradas, sendo que o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE) a sessão foi atrasada em aproximadamente seis horas, devido as manifestações.

Com um placar favorável as intenções do Governo, os senadores pernambucanos, Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (PSB) se posicionaram favoráveis a votação, apenas Humberto Costa (PT) que votou contrário aos interesses do presidente.

Os votos foram encaminhados pelo presidente da legenda do partido, no caso do PSB, João Capiberibe que teve a sua palavra cedida pelo senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) encaminhou a votação do partido na tribuna.

A Reforma
Enviada pelo Governo no ano passado, o projeto muda trechos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e prevê pontos que poderão ser negociados entre empregadores e empregados e, em caso de acordo coletivo, passarão a ter força de lei.

Como os destaques foram rejeitados, a reforma, já aprovada pela Câmara dos Deputados, seguirá para sanção do presidente Michel Temer. Segundo senadores da base, o presidente se comprometeu com alguns parlamentares a alterar trechos controversos do projeto.

Depois da publicação no "Diário Oficial da União", pela Presidência da República, haverá um prazo de quatro meses para a entrada das novas regras em vigor.
Pela proposta, a negociação entre empresas e trabalhadores prevalecerá sobre a lei em pontos como parcelamento das férias, flexibilização da jornada, participação nos lucros e resultados, intervalo de almoço, plano de cargos e salários e banco de horas.

Outros pontos, como FGTS, salário mínimo, 13º salário, seguro-desemprego, benefícios previdenciários, licença-maternidade, porém, não poderão ser negociados.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso