.

Oposicionista Capilé defende aprovação de auxílio-alimentação para vereadores da 'Capital da Moda'

Projeto polêmico prevê o acréscimo de R$ 1.200,00 nos vencimentos dos 17 parlamentares
Foto: Eliton Araújo (Agreg Imagem)
Na tarde desta terça-feira (11) o vereador de Oposição em Santa Cruz do Capibaribe, Capilé (PODE) esteve esclarecendo o seu voto favorável ao projeto de Lei N° 101/2017, que prevê a criação do auxílio-alimentação para os vereadores do município.

O projeto se tornou polêmico devido a rejeição popular que o mesmo vem enfrentando. Os vereadores já teriam tentado aumentar os salários, e houve um processo judicial que impediu que o aumento fosse concedido.

O projeto foi visto como uma compensação as perdas salariais que estão sendo registradas devido a não concessão do aumento. Vale destacar também que o projeto cria o auxílio para os servidores e funcionários da Câmara.

Confira a nota do parlamentar:
“Quero aqui dar uma explicação a todos de Santa Cruz do Capibaribe sobre o meu voto a favor desse recurso, no valor de R$ 1.200,00 a mais, em nossa remuneração mensal.

As minhas razões e motivos são várias. Exemplos que, quem me conhece, sabe e vê no meu dia a dia e a minha forma de trabalhar.

Entendo que a crise que passamos é grande e que existe pessoas que, às vezes, não tem nem 20% deste valor mensal, mas garanto a todos que estou com a consciência limpa de como estou conduzindo o meu mandato. Para muitos, é melhor criticar e jogar para população do que conhecer a realidade de cada um.

Hoje, eu como vereador recebo um valor mensal de salário de R$ 8.000,00, com desconto fica 6.200,00. Combustível R$ 1.000,00 e agora mais R$ 1.200,00. Agora vocês sabem o que eu ganho como vereador de nossa cidade.

Agora faço um convite a todos os cidadãos que assim desejarem saber como são usados estes recursos e para qual finalidade, para que amanhã ou depois possamos criticar sabendo a realidade do meu dia a dia. Obrigado”.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso