.

Justiça considera ilegal a cobrança diferenciada para mulheres na entrada de eventos

Organizadores geralmente facilitam a entrada das mulheres com valores mais baixos ou até mesmo de graça; Intuito é que elas atraiam os homens
Imagem meramente ilustrativa
Uma modalidade de cobrança especificamente para as mulheres na entrada de eventos está com os dias contados. Isso porque o Ministério da Justiça determinou, na última sexta-feira (30, que é ilegal a postura de cobrar menos das mulheres ou até mesmo facilitar a entrada das mesmas de maneira gratuita em eventos.

De acordo com o órgão público, as empresas e organizadores de eventos não adotam essa postura no intuito de favorecer a classe feminina, mas sim atrair o público masculino, principalmente para as baladas, onde devido a entrada facilitada o público feminino comparece com mais numerosidade.

A decisão do MJ já começa a valer em 30 dias e casas de eventos, boates e clubes serão fiscalizados para garantia do direito igual para todos.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso