.

Evilásio Araújo tem novas contas rejeitadas na Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte

4° Conta rejeitada prejudica carreira política do ex-prefeito
Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
Na manhã desta quinta-feira (06) a Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte, no Agreste pernambucano, rejeitou novamente as contas do ex-prefeito do município, Evilásio Araújo (PSB), as contas são referentes ao exercício de 2009.

Dos 11 vereadores que exercem o mandato em Taquaritinga do Norte, 10 deles estiveram presentes na votação, houve apenas a ausência da vereadora Rogéria. 7 parlamentares votaram favoráveis ao Tribunal, sendo que apenas três vereadores foram favoráveis ao ex-prefeito.

Das irregularidades apresentadas pelo TCE, estão: Irregularidades na contabilização e no recolhimento das contribuições previdenciárias patronais devidas ao RGPS, Descumprimento do limite legal da despesa com pessoal e Aplicação inferior ao mínimo exigido na remuneração dos profissionais do magistério com recursos do FUNDEB, além do Pagamento de multa e juros sobre contribuições previdenciárias.

De acordo com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) que pedia a rejeição das contas, o prefeito teria ultrapassado o limite do gasto com pessoal, descumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal, além de atingir o percentual de 67,40% dos gastos no final do 3° quadrimestre.

Dos 11 vereadores, 7 votaram pela aprovação do parecer do TCE, sendo contrários a vontade do ex-gestor, e 3 votaram contra o Tribunal. Vale destacar que com a reprovação dessas novas contas, o ex-prefeito acumula quatro contas rejeitadas: 2009, 2011, 2012 e 2013.

Com a reprovação destas contas, o ex-prefeito entra no rol da lista dos ‘Fichas-Sujas’ e poderá ter seu futuro político ameaçado devido a questões jurídicas que o mesmo terá que enfrentar.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso