.

As curtinhas do Marciel Aquino


Temer até 2019 – Com a Câmara em sua grande maioria beneficiada pela corrupção e pelas bondades do presidente, Temer (PMDB) tende a se manter no comando do País até 31 de dezembro de 2018. De acordo com os defensores do presidente, eles estão “absolutamente certos” de que a oposição “não tem nem perto” dos 342 votos necessários para aceitar a denúncia.

Presidente sem legitimidade  Levando em conta que a maioria do eleitorado não vota no candidato levando em consideração o vice, temos hoje no Brasil o maior representante do povo sem nenhuma legitimidade para governar. De acordo com as últimas pesquisas, o presidente Michel Temer, tem apenas a aprovação de 5% dos brasileiros. 

Arraes 2018 – A filha de Miguel Arraes e mãe do ex-governador Eduardo Campos, a Ministra do TCU Ana Arraes, poderá ser uma das grandes novidades nas eleições de 2018 em Pernambuco. Ana foi deputada federal por dois mandatos – eleita em 2006 e reeleita em 2010 com a maior votação do Estado (387.581 votos) e quinta maior do Brasil. Ela poderá compor uma das chapas majoritária ou ainda poderá ser uma boa opção para vice-presidente.

Cargo em perigo – Enquanto trabalha para viabilizar uma candidatura ao senado federal, o Ministro das Cidades Bruno Araújo (PSDB), está perdendo o sono com a preocupação de que setores do esfomeado PMDB, estariam de olho em sua pasta.

Bruno Senador e Edson Federal – Com a possibilidade cada vez mais real do deputado Bruno Araújo concorrer ao senado, aumenta também a chance do prefeito de Santa cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), antecipar a sua saída da prefeitura para concorrer a uma vaga na Câmara Federal. Se receber o apoio de Bruno e de alguns prefeitos da região, Edson tem chances reais de ser o segundo santa-cruzense a se eleger federal.

Vieira x Maia – Se Edson Vieira conseguir se eleger deputado federal, estará seguindo a risca os mesmos passos percorridos pelo ex-prefeito José Augusto Maia. Ambos formam Vereador, prefeito eleito e reeleito. Resta para Edson eleger seu sucessor e ser deputado federal. O negativo é que após chegar a Câmara Federal, Maia teve sua carreira atropelada pelas denúncias de corrupção. Terá Edson o mesmo destino?

Por Marciel Aquino

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso