.

Aterro Sanitário, nova denúncia e cobranças da Oposição marcam 18° sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe

Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
Na tarde desta quinta-feira (08) foi realizado na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, mais uma sessão ordinária pelo primeiro período de 2017. Na pauta, os vereadores estiveram trazendo revelações sobre os problemas enfrentados pela população, na qual a Oposição cita o agora lixão de Santa Cruz, que em outrora já foi um aterro sanitário.

Os discursos foram voltados a apresentação de questionamentos quanto a falta de planejamento da gestão Edson Vieira (PSDB) no tocante as más condições do antigo aterro sanitário. A líder do Governo na Câmara, Jéssyca Cavalcanti entrou em defesa da gestão e citou que a presença dos catadores de lixo no local, inviabilizam as mudanças necessárias para que o local seja readequado e transformado novamente em aterro.

Confira alguns destaques das discussões desta tarde:

Júnior Gomes centra discurso em políticas públicas
Foto: Eliton Araújo (Agreg Imagem)
O socialista Júnior Gomes cobrou da gestão municipal a implantação de uma suplementação orçamentária destinada a realização de conferências de políticas públicas, que teria tido um requerimento aprovado na Câmara há cerca de dois meses.
“No dia 13 de janeiro de 2017, protocolamos um requerimento que foi aprovado há dois meses, e esse requerimento solicitava a realização de conferências de políticas públicas, espero que no início de agosto, quando vier o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) seja incluído este recurso para atender aos anseios da população”, frisou.
O vereador relembrou que a gestão do ex-governador Eduardo Campos (PSB) realizava o ‘Todos por Pernambuco’, onde ouvia da população os anseios que eram pleiteados junto a administração estadual.


"O Ministro vem conhecer o terreno que será levantado 500 casas populares" destaca Ronaldo
Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
O vereador Ronaldo, exaltou a vinda do ministro das Cidades, Bruno Araújo, para o município nesta sexta-feira (09). Para ele, isso representa uma luta que o grupo de situação já vem travando há cinco anos à frente da gestão municipal.
“Estivemos com o ministro há um mês em Brasília e Bruno nos falou sobre a construção dessas casas populares. Isso é uma luta deste grupo (Situação) que vem tendo a preocupação com essas finalidades. O Ministro vem conhecer o terreno que será levantado 500 casas populares apenas nesta 1° etapa”, frisou.
O vereador também parabenizou o atleta santa-cruzense, Matheus Henning, que conseguiu boas colocações em disputas de Bicicross na Argentina, e também enviou suas saudações ao gestor de cultura, Alberto Grilo, que vem liderando a idealização das quadrilhas de ruas 'Biu e Gogó'.


"A segurança foi discutida pelo governador", garante Nailson Ramos
Foto: Eliton Araújo (Agreg Imagem)
O vereador peemedebista Nailson Ramos iniciou o seu discurso falando sobre a Operação Tapa-Buracos que vem sendo realizado na PE-160, onde o parlamentar também disse que um asfalto com mais qualidade na sua resistência iria ser mais benéfico para a população.

O vereador também esteve exaltando a vinda do A vinda do ministro das Cidades Bruno Araújo, que vem visitar o local onde serão edificadas 500 casas populares.
“É mais uma prova que ele (Bruno) vê com bons olhos essas casas para Santa Cruz do Capibaribe”, pontuou.
O vereador encerrou o seu discurso comentando sobre a reunião que aconteceu essa semana com os prefeitos que compõem o CONIAPE.
“A segurança foi discutida pelo governador e no 2° semestre, virá mais viaturas e mais policiais para compor o 24° BPM. Parabenizo desde já a atitude do governador”, finalizou.
"Quero apenas que a obra chegue e nosso povo seja beneficiado", diz Deomedes sobre Transposição do Rio São Francisco
Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
O petista Deomedes esteve convocando a população a participar de uma audiência pública que irá ocorrer no próximo dia 08, que terá como pauta principal a Transposição do Rio São Francisco pelo Eixo Leste do Rio Capibaribe. No seu discurso, o parlamentar frisou a importância da realização desta obra, bem como o envolvimento de algumas personalidades, que na visão do vereador, estão querendo pegar ‘carona’.
“Não me importo com os que querem pegar carona, quero apenas que a obra chegue e nosso povo seja beneficiado”, disse.
O parlamentar ainda comentou sobre a visita que a Oposição fez ao aterro sanitário do município e também afirmou que não estaria apoiando políticos que tenha sido favorável as reformas do Governo Federal.
“Não voto em candidato que foi contra os trabalhadores e a favor dessa reforma trabalhista”, disse.
"O que deveria ser um aterro sanitário, é um verdadeiro lixão", dispara Augusto
Foto: Eliton Araújo (Agreg Imagem)
O jovem vereador Augusto Maia também definiu os problemas enfrentados pela gestão municipal com relação ao aterro sanitário, onde afirmou que são características da falta de responsabilidade. Sendo que o mesmo relembrou ainda na época em que seu pai foi prefeito, ano da conquista do aterro sanitário, de que o antigo lixão que era visto nas proximidades da PE-160 há 0 anos atrás, estaria voltando no aterro.
“Cresci acostumando a ver aquele cenário em que os catadores de lixo ficavam no lixão próximo a PE-160 com barracas, e nossa gestão retirou aquelas pessoas de lá e construímos o Moda Center”, disse ele.
O vereador ainda criticou a perda, por parte do município, do selo verde, que é um recurso destinado a cidades que mantém em perfeitas condições o aterro sanitário.
“Nós perdemos algo em torno de R$ 2 milhões, com a perda do Selo Verde (ICMS Ecológico). O que deveria ser um aterro sanitário, é um verdadeiro lixão, não tem como gerir um local naquelas condições, com a presença de urubus, barracas e precariedades que são dados aos catadores”, disse.
Helinho Aragão também critica condução do local onde funcionou aterro sanitário do município
Foto: Eliton Araújo (Agreg Imagem)
O vereador Helinho Aragão voltou a bater no aterro sanitário e revelou as condições na qual o seu grupo político entregou.
“Antes tínhamos um aterro sanitário, hoje não vemos mais isso, tudo virou um verdadeiro lixão. Eu fiquei chocado com o que vi lá, onde percebemos que pessoas estavam tendo suas vidas arriscadas com aquela situação... Tudo é desumano e esperava que bancada de vereadores da base do prefeito trouxesse uma defesa que falasse em melhorias, mas não vi isso”, disse.
Por fim o parlamentar também criticou a quantidade de reuniões que já ocorreram com relação a insegurança do município, onde o vereador disse que as reuniões estavam servindo apenas para tirar fotos.

"O que esperar de uma oposição que leva puxão de orelha de Zé Augusto", critica Jéssyca Cavalcanti
Foto: Eliton Araújo (Agreg Imagem)
Líder do Governo na Câmara Municipal, a vereadora Jéssyca Cavalcanti (PTC) pautou seu discurso em rebater as denúncias levadas pela Oposição sobre o aterro sanitário. De acordo com a vereadora, o grupo adversário estaria tendo papel de ‘atores globais’, e que parte das denúncias não são eficientes.
“Quando nós nascemos e somos um bebê, somos sensíveis e temos o nosso corpo mole, e já quando morremos com pouco tempo nos tornamos inflexíveis e endurecemos, isso é a situação em que se encontra o grupo de Oposição. São pessoas que não tem flexibilidade de reconhecer as ações de Edson Vieira. Rigidez é sinônimo de morte, mas o que esperar de uma oposição que leva puxão de orelha de Zé Augusto por ter feito as denúncias em trio, deixando outros vereadores de fora. Quem é frouxo sempre a de ser capacho”, bateu a vereadora.
Marlos da Cohab reforça novas denúncias
Foto: Eliton Araújo (Agreg Imagem)
Em seu discurso o vereador Marlos da Cohab entrou em defesa sobre o aterro sanitário, a vereadora recebeu críticas por ter dito que a culpa da transformação do aterro em lixão, teria sido dos catadores.
“Desde 2013 que o município vem lutando para ter o seu licenciamento aprovado sobre a volta do aterro sanitário, e devido aos catadores que lá estão isso não é possível. Um dos itens que constam para a volta disso é de que não pode haver nenhum catador no local. E nós sabemos que aquelas famílias que lá estão são pais e mães e que não podem ser expulsos de qualquer maneira. Ernesto Maia gostaria que isso acontecesse, já que a prática de sua mãe era de colocar a polícia em cima dos professores quando era secretária de Educação”, citou.
O vereador de oposição esteve revelando dados relacionados ao São João da Moda do ano passado. De acordo com o parlamentar, forma gastos mais de dois milhões e meio de reais em toda a idealização do evento.
“Só no São João da Moda 2016 foram pagos mais de R$ 2 milhões e 700 mil, e só de estrutura foram pagos mais de 1 milhão e 600 mil reais. Gostaria também de saber se os recursos do Baile Municipal já foram repassados as instituições de caridade que foram selecionadas”, disse o vereador.
Por fim, Marlos ainda rebateu o vereador Junior Gomes sobre a acusação de que os vereadores de oposição estariam jogando o nome do proprietário da empresa envolvida na licitação e quem a oposição acusa de empresas fantasmas e questionou o mesmo sobre o passado quando Junior fazia movimento contra o prefeito há época Toinho do Pará.
“Respondendo ao vereador Junior Gomes, onde semana passada ele me criticou por ter feito uma denúncia e ter falado o nome do proprietário de uma empresa fantasma. Ele chegou aqui e fez um boneco onde colocou um nome de Toinho Buracão para jogar o nome dele (Toinho) na lama. Aí eu pergunto a vossa excelência, Toinho do Pará tinha família? Se o dono acha que não teve culpa, ele que se defenda, disse.
Confira todos os discursos da tarde:


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso