.

Servidores dos Correios podem encerrar greve hoje

Imagem meramente ilustrativa
A direção dos Correios e dos trabalhadores, se reuniram tarde desta segunda-feira (01), feriado do Dia do Trabalhador, onde discutiram a proposta apresentada pela estatal. De acordo com informações, os servidores ficaram de se reunir hoje em assembleia onde seria apresentada e avaliada a proposta, que visa encerrar ou não a greve iniciada na última quarta-feira (26).

A proposta apresentada, prevê a revogação por 90 dias, da medida que suspendeu as férias dos empregados. Com isso, os servidores gozariam de férias em maio, junho e julho, além de pagamento de dos valores até o teto de R$ 3,5 mil por empregado. O valor restante seria dividido em cinco vezes. Os Correios haviam suspendido as férias dos empregados a partir deste mês, alegando não ter recursos para o pagamento dos benefícios.

Outro ponto que foi discutido com a categoria, foi a negociação do percentual destinado ao pagamento do Plano de Saúde dos empregados. Os Correios informam ainda, que caso a proposta seja aceita pela categoria, o pedido de mediação junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) será retirado.

O secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), José Rivaldo da Silva, que participou da reunião com a direção dos Correios, não considerou as propostas satisfatórias.
"Vamos encaminhar para as assembleias, mas não achamos a proposta boa não". Segundo ele, a intenção dos empregados era acabar com o bloqueio das férias e retirar a negociação sobre o plano de saúde do TST, de modo que a questão fosse debatida diretamente entre os trabalhadores e a empresa.
A empresa também se dispôs a suspender a implantação de novas medidas operacionais, como a distribuição alternada e a entrega matutina, que serão negociadas em uma comissão. Com relação aos dias parados, a empresa informou que irá realizar o desconto referente à última sexta-feira (28). Os demais dois dias serão compensados pelos trabalhadores.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso