.

O destino de Lula


Sem dúvidas o Silva mais famoso, admirado e odiado do país, divide os brasileiros em prol ou contra Lula. A atual divisão política de nosso Brasil não é mais em Petistas e Tucanos, direita e esquerda, mas sim os que são a favor de Lula e os que são contra o Lula.

Lula é hoje a figura política mais comentada no país. Ele está entre o PSDB de Fernando Henrique Cardoso e o PT de Dilma Rousseff. Entre os ex é o mais popular. Para quem vem há muito tempo só sendo manchetes de notícias negativas, o ex-presidente não era pra ser nem mencionado como possível candidato a presidente.

Temos por exemplo o próprio FHC, que mantém sua imagem de homem sério, mas que ninguém o quer mais no
comando da nação. Dilma que foi uma das grandes vítimas da disputa de poder entre Lula, o PT, o PSDB e o PMDB, está muito longe de chegar ao cargo de senadora pelo Rio Grande do Sul.

Enquanto Lula é o favorito pela disputa da presidência em 2018. Mediante ao fenômeno Lula, nos levam a pensar: Essa campanha dos meios de comunicações, principalmente a Rede Globo, mais atrapalha ou mais ajuda o retorno de Lula? Ou ainda o trabalho da justiça e do Juiz Sergio Moro, de centralizar todas as ações da Operação Lava Jato em tirar Lula da disputa de 2018, não o faz de vítima e consequentemente favorece o petista em está liderando nas pesquisas?

Com o grande número de políticos envolvidos em esquemas de corrupção, as denúncias contra Lula só o fazem mais um tradicional político brasileiro. E com a descrença do povo, podem optar em votar na figura que entre muitos é considerado o melhor presidente que o Brasil já teve.

Muitos afirmam que é questão de tempo para Lula ser preso. Já outros acham que será muito ruim para o país a prisão de Lula. Alguns membros do STF avaliam que a prisão de Lula poderia causar uma grande comoção popular, às vésperas ou mesmo em ano eleitoral, isso poderá influenciar o Supremo a garantir que Lula aguarde em liberdade até que eventual sentença condenatória seja confirmada pelos tribunais superiores de Brasília, em última instância.

A decisão sobre o destino do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda não saiu, mas são muitas as especulações sobre o futuro do petista. Réu em cinco processos, Lula corre o risco de ser condenado pelo juiz Sergio Moro e, se recorrer a 2ª instância, também pode ser condenado pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). No entanto, o STF (Supremo Tribunal Federal) pode evitar que o ex-presidente seja preso de imediato.

Por Marciel Aquino

(Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade do colunista idealizador)

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso