.

Inquérito: Após delação da JBS, Temer e Janot travam batalha

Fotos: Divulgação
O presidente Michel Temer (PMDB) vive hoje momentos de grande incerteza. Mesmo pressionado por aliados, o político não abriu mão do mandato e segue governando o País. Como medida emergencial o peemedebista o pediu a suspensão do inquérito que o investiga, na expectativa de amenizar a nova crise política que vive a sua administração.

A defesa de Temer alega que houveram edições nos áudios da delação da JBS, sustentando que busca neste momento focar na defesa do presidente. Temer corre ainda com o objetivo de avançar com as reforças, uma tarefa que ganhou novos e dificultosos detalhes com a referida delação.

O procurador-geral da República Rodrigo Janot emitiu, neste sábado (20), uma nota onde afirma que deve manter em aberto o inquérito que investiga a conduta de Temer. A investigação foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso