.

Centro Educacional Infantil, crime contra jovem e auditoria do TCE pautam discursos na Câmara de Vereadores

Na tarde desta quinta-feira (04) mais uma sessão ordinária foi realizada em Santa Cruz do Capibaribe. Na ocasião, os discursos que foram levados ao público, estiveram voltados por parte da oposição em relatar a visita dos vereadores até o espaço que funciona como Centro de Educação Infantil e sobre o crime que ocorreu na noite de ontem, que chocou o município, onde vitimou o jovem Marcelo Torres que teria sido confundido com um criminoso e foi morto.

Já os vereadores de situação, principalmente a líder do Governo na Câmara Jéssyca Cavalcante (PTC), que criticou os relatos da oposição e taxou os mesmos de ‘froxudos’. Ainda pela situação, vereadores como Dr. Nanau realizou a defesa da gestão com relação ao improviso em que está funcionando o Centro e desabafou contra a oposição, afirmando que os vereadores criticariam se o local fosse alugado ou não.

Antes das falas dos vereadores, pessoas ligadas a direção do Ypiranga fez o uso da tribuna por cinco minutos e relatou os fatos que aconteceram com a equipe que vem enfrentando uma crise financeira e várias dividas passadas, o que inviabiliza o clube de receber recursos da Prefeitura Municipal por não emitir as certidões necessárias. Os vereadores se mostraram solidários a causa e pediram a colaboração de todos que tem influência e que amam o clube.

Confira os destaques da sessão:

 “Sobra dinheiro para pagar as pessoas para babarem nas redes sociais”, desabafa Carlinhos da Cohab
Foto: Assessoria de Comunicação
Dando início aos discursos da sessão, o vereador Carlinhos da Cohab (PTB) iniciou a sua fala criticando a Gestão Vieira por não ter inaugurado o Centro Educacional Infantil e desabafou sobre a visita que esteve ontem na Casa da Criança, onde puderam perceber e ouvir relatos dos professores que elencaram diversos problemas estruturais do ambiente.
“Semana passada falávamos do aumento dos funcionários da prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, dinheiro que era gasto com pessoas para participarem da campanha do prefeito. Quando a gente questiona, dizem que é devido ao aumento dos salários e sabemos que foi em apenas 35%. Já o número de contratados foi perto dos 100%”, disse.
“Enquanto colocam pessoas para babarem a gestão nas redes sociais, o que vimos ontem nas escolas que visitamos é um filme de terror por uma gestão que está implantado nessa cidade. Aposto que se tivesse um filho de um vereador lá a coisa seria diferente, salas sem ventilador, sem condição humana e Jéssyca Cavalcante ainda diz que é a representante da educação. As crianças não podem passar pela humilhação que estão tendo”, finalizou.
Ernesto Maia diz que Edson Vieira governa como se estivesse em fim de gestão
Foto: Assessoria de Comunicação
Segundo orador do dia, Ernesto Maia (PT) pontuou seu discurso também nos relatos com relação ao Centro de Educação Infantil e cobrou uma ação rápida e eficaz da gestão, para que as crianças possam sair do local improvisado o mais rápido possível.
“Infelizmente o que vimos ontem foi um descaso com as crianças do Centro Educacional. Lá só existem ventiladores porque os professores levam de casa por não estarem aguentando mais o calor. É preciso que o espaço seja interditado imediatamente e que seja ofertado um local digno as eles (crianças)”, disse o petista.
Seguindo as suas duras críticas, o vereador ainda afirmou que Edson Vieira estaria fazendo uma gestão que parecia mais um final de governo.
“Santa Cruz do Capibaribe tem que aceitar que dói menos, esse é o retrato de uma gestão que não é comprometida com o melhor por Santa Cruz do Capibaribe. Essa cidade está entregue, e Edson Vieira governa como se estivesse em final de Governo, já perdeu o rumo”, finalizou.
Capilé desafia vereadores de situação a visitarem local que funciona o Centro Educacional
Foto: Assessoria de Comunicação
“Hoje a nossa cidade está triste, e eu particularmente com a morte de um amigo. Nossa cidade todos os dias se depara com situações dessa natureza, cadê a segurança dessa cidade? Saímos de casa e não sabe se volta. Parabenizo o trabalho da Guarda e eles são heróis, merecem os aplausos da população, e mesmo com a pouca infraestrutura arriscando as suas vidas e metendo a cara”, disse ele.
“Só tem uma palavra que resume a situação que encontramos lá, mas convido os vereadores a irem olhar lá, aí eu pergunto, você queria isso para o seu filho? Claro que não. A vereadora Jéssyca chamou a gente de frouxo, e eu não sei em qual o sentido que ela fala isso, porque estamos indo atrás do que a população clama.
Por fim o vereador ainda citou que mantém o seu posicionamento contra o deputado federal Ricardo Teobaldo, se o mesmo for favorável à Reforma da Previdência.

Toinho do Pará comenta ida do prefeito à Brasília e reunião no Detran
Foto: Assessoria de Comunicação
O vereador Toinho do Pará começou o seu discurso falando sobre a ida do prefeito Edson Vieira à Brasília na semana passada e elencou que esteve reunido com o mesmo para discutir conquistas que teriam sido conseguidas nessa visita.
“Estive reunido com o prefeito e ele me passou que conseguiu liberar mais de mil casas para pessoas carentes, sendo que ainda estão incluídas casa rurais, quero pedir a Alessandra Vieira que contemple a Vila do Pará e Poço Fundo. Na minha gestão consegui mais de 300 casas, e agora Edson consegue mais de mil casas, o que beneficia as pessoas que moram de aluguel”, disse.
Em outro momento de sua explanação, o vereador pontuou que nesta sexta-feira estará reunido com representantes do Detran-PE, para discutir a viabilização de implantar novos semáforos em várias partes do município para que possa ser diminuído a quantidade de acidentes que ocorrem.
“Em 2012 conseguimos implantar uma série de semáforos que foram fundamentais para inibir a grande quantidade de acidentes que eram registrados aqui. Graças a um trabalho que fizemos isso foi sanado”, relembrou.
“Vamos entregar o novo prédio (Centro Educacional) e isso dói na consciência da oposição” diz Ronaldo Pacas
Foto: Assessoria de Comunicação
O vereador Ronaldo Pacas (PR) iniciou o seu discurso rebatendo os números trazidos por Carlinhos da Cohab com relação ao aumento dos gastos com funcionalismo público, e apresentou explicações que refletem nesses números, além de ter comentado a auditoria do TCE que identificou sobrepreço em valor da licitação para a compra de medicamentos.
“Semana passada, diante de alguns fatos levantados por Carlinhos por falta de conhecimento, foi com relação ao aumento do funcionalismo que a Prefeitura paga. Mostrei a vossa excelência os dados e você ainda vem dizer coisas de maneira errônea. O percentual de aumento foi de 42,78%, e se pagava apenas R$ 622 mensal na gestão de Toinho do Pará, hoje se paga R$ 937, e isso soma muito no quantitativo dos pagamentos”, frisou.
O vereador comentou em seu discurso que a oposição sentia dor ao ver a gestão de Edson Vieira entregar obras durante o seu mandato, e citou que a consciência dos vereadores sente por isso.
“Sabemos que os problemas existem, mas temos certeza que vamos entregar o novo prédio, e isso vai doer nas consciências, como foram as inaugurações do Calçadão e da Central de Feiras, e da PE-160 que os vereadores da oposição passam todos os dias por ela”, finalizou.
 “O senhor é um hipócrita” dispara Jéssyca Cavalcante contra Ernesto Maia
Foto: Assessoria de Comunicação
Com um discurso bastante forte e veemente, a vereador Jéssyca Cavalcante partiu em defesa da Gestão do prefeito Edson Vieira e fez fortes declarações contra o vereador oposicionista Ernesto Maia (PT). Em uma de suas críticas, a vereadora rebateu a ida da oposição no Centro Educacional Infantil e chamou o mesmo de ‘hipócrita’.
“O senhor é um hipócrita vereador. Nessa nossa gestão está havendo a existência de Centro de Educação Infantil e na época em que a sua mãe era secretária, chegávamos a passar mal porque ela mandava reformar escolas e todos nós permanecíamos dando aula e os pedreiros pintando as paredes com tinta a óleo”, desabafou.
Ainda em suas falas, a vereadora rebateu novamente a oposição e taxou os vereadores de ‘froxudos’ por não terem autonomia de se posicionar.
“O que existe é uma oposição frouxura, que não tem autonomia para se posicionar. Digo a todos aqui que essa vereadora que vos fala tem autonomia, coisa que vocês (oposição) não têm”, finalizou.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso