.

Após rachaduras em salas, alunos de escola estadual em Stª Cruz do Capibaribe estão tendo aulas de forma improvisada

Gestão da Escola Padre Zuzinha alega que já acionou os meios competentes para reparos no prédio
Rachaduras vão do piso ao teto – Foto: Divulgação
Santa Cruz do Capibaribe – No início dessa semana alunos da Escola Estadual Padre Zuzinha procuraram a nossa redação para relatar problemas estruturais que estão comprometendo a utilização de algumas salas de aula na referida instituição de ensino.

De acordo com os estudantes, uma série de rachaduras começou a aparecer em algumas paredes, problema que só aumentou com o passar dos meses, o que obrigou a direção da escola a remanejar duas turmas para um auditório onde normalmente ocorrem aulas de vídeo.
Base das salas também foi comprometida devido gravidade das rachaduras –  Foto: Divulgação
Em contato com o Blog do Bruno Muniz, o diretor da EPZ falou sobre o caso e especificou que a direção precisou retirar os alunos das salas com rachaduras temendo o pior. Apesar disso, o diretor afirma que o auditório conta com ar condicionado e que os estudantes não tiveram o cronograma de aulas comprometidos.
Foto: Divulgação
Os reparos no interior da escola competem ao Governo do Estado e para isso é necessária ainda uma prévia avaliação de um engenheiro. O Blog do Bruno Muniz entrou em contato com a Secretaria de Educação de Pernambuco na segunda-feira (15), porém até a manhã desta quarta a mesma ainda não havia se pronunciado sobre o caso.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso