.

Emissora de rádio recebe, diariamente, dezenas de documentos provenientes de assaltos

Criminosos descartam documentação após crimes praticados em Santa Cruz do Capibaribe e região
Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)
Diariamente a Rádio Santa Cruz FM, situada em Santa Cruz do Capibaribe, recebe uma infinidade de documentos que são fruto de assaltos cometidos em vários bairros da cidade. De acordo com a equipe de sonoplastia da emissora, é comum que pessoas deixem todos os dias no estúdio documentos localizados em ruas, terrenos baldios e até mesmo no lixo.

Segundo informações da polícia, geralmente os criminosos descartam as documentações das vítimas, já que, caso sejam presos em posse das provas, a pena em situação de condenação pode ser elevada pois comprova que o indivíduo estava portando as identificações pessoais de terceiros que foram eventualmente roubados.

Um detalhe importante a ser ressaltado é que o município de Santa Cruz possui várias emissoras de rádio e todas elas costumam receber este tipo de demanda. A própria delegacia também é tida como ponto para constante entrega de documentação recolhida das ruas após assaltos.

Recomendações

– A polícia recomenda que em caso de documento encontrado a pessoa que o achou deve encaminhar o mesmo para algum departamento que possa realizar a entrega do mesmo ao seu real proprietário. Neste quesito as próprias emissoras de rádio e a DP são alternativas devido a interação que possuem com pessoas de diversos setores da sociedade.

– A pessoa que encontra qualquer tipo de documentação nunca deve armazena-la em suas posses, passando um longo período com o material guardado. Além de ser um crime portar documentos de terceiros sem o consentimento dos mesmos, isso também prejudica o usuário que certamente deve estar passando por transtornos devido a ausência de suas identificações pessoais ou identificação de veículos.

– Uma outra recomendação da polícia, e não menos importante, é que não se exija nenhum tipo de valor ou benefício para entrega do documento ao proprietário, caso a pessoa que o achou possua o endereço ou contato telefônico. Isso pode ser caracterizado como chantagem ou apropriação ilícita de bem privado. Em alguns casos os próprios donos dos documentos oferecem recompensas para quem localiza documentos e outros produtos, neste caso fica ao critério de ambas as partes como proceder no ato de devolução.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso