.

PSB de PE começa a perder DNA Arraes/Campos


Comandado por um longo tempo pelo grande politico Miguel Arraes e depois por seu neto, Eduardo Campos, o PSB de Pernambuco entrou numa fase de redução de integrantes da família tradicional.

O atual governador, Paulo Câmara, que foi eleito, principalmente pela influência do neto de Arraes, mas por não ser um político nato, vem perdendo quadros a nível de Pernambuco e também perdendo espaço no PSB nacional. É tanto que o Partido Socialista Brasileiro perdeu força no Nordeste e está crescendo em São Paulo. 

Após a grande baixa pela morte de Eduardo Campos, o PSB perdeu mais dois netos de Miguel Arraes, devido a divergências com o grupo estadual que o controla, liderado pelo governador Paulo Câmara e o prefeito Geraldo Júlio. A primeira foi a vereadora Marília Arraes, prima legítima de Eduardo Campos. Depois foi o advogado Antônio Campos, neto de Arraes e irmão de Eduardo, que não só acusa o PSB de não tê-lo apoiado para prefeito de Olinda como também de discriminá-lo usando o condenável processo de “arapongagem”. 

Esse enfraquecimento da família de Arraes e falta de habilidades políticas de Paulo, deixa um espaço favorável para o senador Fernando Bezerra Coelho, que vem ganhando espaço a nível nacional, podendo assim disputar com Paulo Câmara a indicação dos socialistas para governo do estado em 2018.

Por Marciel Aquino

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso