.

Vaquejadas são liberadas em Pernambuco

Imagem meramente ilustrativa
Na tarde desta terça-feira (10) o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente do Ministério Público (Caop Meio Ambient/MPPE) publicou no Diário Oficial uma nota técnica em que redefine as orientações aos promotores de Justiça em relação às vaquejadas.

Os representantes do MPPE devem voltar a fiscalizar a realização desses eventos, a fim de assegurar que estão sendo adotadas as regras de proteção aos animais. Essas regras estão estabelecidas pela Associação Brasileira de Vaquejada (Abvaq), em 14 de outubro de 2016.

De acordo com essa decisão, os promotores devem desconsiderar a proibição geral que foi entendida pelo STF (Supremo Tribunal Federal), onde a mesma decidiu pela proibição geral das vaquejadas.

As proibições das vaquejadas geraram a ida de diversos vaqueiros do país até Brasília, onde os mesmos rejeitaram a proibição e promoveram vários atos contra a decisão do STF. Com essa decisão de hoje, as vaquejadas estão liberadas, desde que sejam cumpridas as regras previstas no Abvaq.


Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).