.

RETROSPECTIVA 2016 – Os fatos que marcaram o ano na região (Parte III)

Imagem Oficial – Blog do Bruno Muniz
Banda Fulô de Mandacaru envolve o Brasil
Banca conseguiu feito inédito para Pernambuco – Imagem de Divulgação
Com vários anos de atuação, a banda caruaruense Fulô de Mandacaru passou a ser conhecida pelo Brasil inteiro ao participar do SuperStar, programa musical de Rede Globo de Televisão.

Após uma eliminação polêmica o grupo voltou a cena televisiva e levou o prêmio da competição. Em todo o estado a banda foi homenageada e participou de vários eventos.

Um novo começo para o Polo de Confecções de Pernambuco
Paulo Câmara durante visita a Santa Cruz do Capibaribe – Imagem de Bruno Muniz
O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) conseguiu uma boa ação para o Polo de Confecções através da luta do deputado estadual Diogo Moraes (PSB), sancionando uma Lei que muda as regras fiscais para o setor de confecção.

Com essa ação, a população, principalmente os comerciantes, poderão respirar aliviados sem temer nenhuma fiscalização da fazenda no Moda Center Santa Cruz.

Morre o 'Menino Pedrinho'
Pedrinho durante uma entrevista – Imagem Reprodução
Um simbolo da luta contra uma doença rara de pele e que gerou diversas campanhas no Agreste de Pernambuco nos deixou este ano. O 'Menino Pedrinho' como ficou popularmente conhecido na região mobilizou milhares de pessoas que conheceram a sua luta pela cura de uma síndrome que limitava consideravelmente a sua vida.

Ironicamente o garoto morreu em dezembro, após uma ceia natalina. Centenas de pessoas compareceram ao seu velório e sepultamento no municípios de Taquaritinga do Norte, onde residia com familiares.

Empresário conserta motocicletas de policiais
Motos já estão nas ruas a serviço da população – Imagem de Eliton Araújo
O proprietário da Rota do Mar, Arnaldo Xavier, em parceria com os mecânicos: Vando Motos, Lucas Motos, Moto Print e Via Motos, tomou uma atitude inesperada e mandou consertar seis motos da polícia que estavam sucateadas. De acordo com a fala dele, o motivo seria as altas taxas de assaltos e crimes que vinha ocorrendo na cidade.

Após a entrega dos veículos a polícia, a cidade passou a ter mais sensação de segurança, tendo em vista que a Rocam sempre faz rondas em bairros mais afastados, e a criminalidade tem mostrado uma redução. O plano de Enfrentamento a Insegurança, lançado pela SDS municipal também tem contribuído para esses resultados. A ajuda veio em meio a uma crise de insegurança.

Empresas de ‘seguros’ são alvos da PF
Caso ainda está sendo investigado – Imagem ilustrativa
Em 2106, A Polícia Federal iniciou, no final do mês de novembro, uma operação para investigar empresas de seguros de veículos no estado de Pernambuco. Ao todo, 39 empresas foram ‘visitadas’ pelos agentes, que recolheram documentos e computadores para que as investigações, que vem ocorrendo desde 2013, possam continuar.

Até os dias atuais, não foi revelado mais nenhuma novidade sobre os casos, e algumas empresas ainda permanecem operando no estado. Nesta operação, 100 policiais federais estiveram em ação.

Protesto contra insegurança marca Santa Cruz do Capibaribe 
Caminhada percorreu as principais ruas do município – Imagem de Eliton Aráujo
Pernambuco tem se tornado um dos estado do país com o maior índice de criminalidade, e consequentemente, Santa Cruz do Capibaribe aparece neste ‘triste cenário’. Diversas pessoas, através de redes sociais e grupos de WhatsApp, marcaram uma data para protestar contra a insegurança.

A classe de mototaxistas, populares e figuras políticas deram o tom deste protesto, sendo que os meios de comunicação não falavam outra coisa.

Alguns populares chegaram a utilizar o microfone e em relatos, muitos contavam vezes em que já haviam sido assaltados, alguns deles mais de cinco vezes no mesmo ano. O protesto segui até a prefeitura onde foi encerrado sem nenhuma reunião entre as partes (população e poder público). A prefeitura convocou, mas nenhum manifestante quis representar a sociedade civil organizada neste debate.

Presídio ‘super-lotado’ é alvo de temor da população
Capacidade atual da unidade é mais de 70% superior ao quantitativo suportado pela unidade – Imagem do Diário de Pernambuco
Um quadro revelado pelo Comandante do 24° Batalhão de Polícia Militar, Idelfonso Queiroga, deixou a população com um sentimento de temor devido ao alto número de detentos no presídio local. De acordo com dados do mesmo, foram contabilizados 523 detentos, número considerado de alto risco, principalmente em casos de rebelião.

Já a Pastoral Carcerária rebateu as afirmativas do Comandante e afirmou que só tem apenas 458 reeducandos. O que é considerado de fato, é que o presídio, criado com a capacidade para 168 reeducando, apresenta um aumento de mais de 200% de sua capacidade total.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).