.

Doze jovens usando cordas feitas com lençóis conseguem fugir da Funase, no Agreste

Foto: Divulgação
Na manhã desta sexta-feira (14), cerca de 12 internos da Funase (Fundação de Atendimento Socioeducativo) da cidade de Garanhuns, Agreste de Pernambuco, conseguiram fugir usando cordas feitas com lençóis, popularmente conhecida s como "tereza".

A assessoria da Funase afirmou em nota que os fugitivos são do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), que funciona no interior da Fundação. Nenhum princípio de tumulto e briga foi registrado na unidade.

A Polícia Militar informou que 4 jovens (não identificados) já foram recapturados e devem ser conduzidos à Depol do município. O efetivo está em busca dos outros 8 que permanecem foragidos.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).