.

Fernando Aragão e Cleiton Barboza participaram de ato na Vila de Poço Fundo


"Recursos existem, o que está faltando é ter as mãos limpas", dispara Cleiton Barboza.

Movimentando a sua campanha, o candidato Fernando Aragão (PTB) na companhia de seu vice Cleiton Barboza estiveram na última sexta-feira (02) na Vila de Poço Fundo, onde realizaram mais um evento denominado de 'mala'.

As ditas malas são os atos de palanque que já se tornaram uma característica das sexta-feiras. Na edição dessa semana o palanque oposicionista contou com a presença de candidatos a vereador e também de outras lideranças políticas, a exemplo do ex-deputado José Augusto Maia (PTN).
Fotos: Divulgação
Os discursos dos presentes seguiu a mesma linha daquilo que tem sido visto desde o início do período de campanha. Fernando e Cleiton voltaram a criticar a atual gestão e condenaram a situação de insegurança que vive o município.

A recente visita do Conselho Estadual de Saúde ao Hospital Raimundo Francelino Aragão também foi pauta para alguns discursos, momento este em que se exerceu as lamentações contra diretoria da unidade de saúde que segundo declarações teria tentado 'camuflar' o ocorrido da população.
Fernando foca em história política na construção de discurso
Ao citar parte do seu plano de governo, Fernando aproveitou para relembrar um pouco de sua trajetória como político.
"Eu tenho dois mandatos que passei como presidente da Câmara, no qual no último fui eleito o melhor presidente das câmaras do Estado de Pernambuco, e não foi nenhum comprado não. Não vamos estar aqui em um palanque prometendo o que não podemos fazer, se você pegar o meu programa de governo você vai ver que são coisas simples, mas que infelizmente são coisas que em Santa Cruz não estão tendo", pontuou.
Partido segue com agenda de 'Adesivaço' e comício no final de semana
O discurso de Cleiton Barboza também foi pautado na insegurança, ocasião esta em que o candidato a vice-prefeito alegou que após ter sido assaltada a vereadora Narah Leandro (PSB) não teria liberdade para expor o ocorrido no palanque ao qual faz parte.
"Eu sou muito solidário a candidata a vereadora do lado de lá (Situação) que teve a sua casa assaltada e quando ela voltou e foi discusar, e falar do que tinha acontecido, aumentaram o som porque lá não se pode falar em violência, lá tem que dizer que a violência é normal. Então, eu estou falando no seu lugar aqui, vereadora, já que do lado de lá você não pode falar de violência, aqui eu estou dizendo que o nosso compromisso é com Santa Cruz do Capibaribe, pois recursos existem, o que está faltando é ter as mãos limpas", disse Cleiton Barboza.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).