.

Brejo da Madre de Deus tem duas candidaturas indeferidas e uma indefinida

O município de Brejo da Madre de Deus ainda enfrenta alguns impasses para realização do pleito no dia 02 de outubro com todos os nomes que se dispuseram a disputar o cargo de prefeito. Além de duas candidaturas indeferidas a cidade brejense ainda conta com uma candidatura em julgamento.
Eliano Bagaceira teria tido problemas no registro de filiação de seu candidato a vice - Foto: Reprodução
Os registrados das candidaturas de Emiliano Bagaceira (PSOL) e de Dr. Geraldo Costa (PPL) não foram aceitos perante o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A candidatura de Mônica Asfora (PSDB) que entrou na disputa para substituir o seu esposo (Roberto Asfora, do PSDB) também segue em julgamento.
Dr. Geraldo também teria enfrentado problemas no registro de candidatura do seu vice - Foto: Reprodução
As candidaturas de Emiliano Bagaceira e Geraldo Costa foram impugnadas no último dia 07 deste mês, desde então ambos os partidos buscam na justiça a possibilidade de conseguirem se manter na disputa.
Mônica tem situação mais favorável, tendo em vista que o seu julgamento é mediante apenas ao atraso no comunicado de candidatura - Foto: Reprodução
Mesmo restando poucos dias para realização das eleições os candidatos Emiliano e Geraldo ainda poderão recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) caso o TRE-PE opte por manter as candidaturas suspensas. No caso de Mônica Asfora é mais provável que ela consiga êxito no próprio TRE.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).