.

Juros no Brasil


Vivemos em um país onde é habitual as altas taxas de juros, e elas não param de aumentar, ano após ano. Puxada pela alta taxa básica de juros determinada pelo governo, a SELIC, que é uma das mais caras do mundo, o setor financeiro aumenta mais ainda essas taxas e chegamos a práticas impraticáveis.

Os juros cobrados pelo cheque especial em média está de 310% ao ano, a maior taxa desde 1994 quando se começou a contagem. Mais alta ainda é a taxa de cartão de crédito que chega a casa de 470% ao ano. O preferível é o não uso dessas linha de credito, não precisa ser nenhum especialista para entender que o uso indiscriminado gerará uma divida impagável, só se deve usar por emergência e por um período curto de tempo.

Para a economia do país isso é muito ruim, encarece nossos produtos, principalmente se comparado com o internacional. Uma vez que, para o produtor o capital para investir fica mais caro e para o consumidor fica mais caro para parcelar, reduzindo assim atividade econômica.

Isso também pode ser explicado devido a grande diminuição da poupança, que numa época de crise e renda recuando, a população recorre ao dinheiro que estar guardado diminuindo a oferta. Como é sábio, quando a demanda supera a oferta o preço aumenta, hoje ter dinheiro sobrando tá difícil.

Por Rômulo Renan

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).