.

Ipespe: Tony Gel tem 38% das intenções de voto em Caruaru; Lessa, 17%

Tony Gel (PMDB) - Foto: Bruno Muniz (Arquivo do blog)
O candidato à Prefeitura de Caruaru Tony Gel (PMDB) tem 38% das intenções de voto na cidade, de acordo com pesquisa do Instituto de Pesquisas Sociais Políticas e Econômicas (Ipespe) encomendada pela Folha de Pernambuco e divulgada nesta segunda-feira (29).

Em segundo lugar, está o Delegado Lessa (PR), que disputa sua primeira eleição, com 17%, empatado tecnicamente com a candidata Raquel Lyra (PSDB), com 14%. O atual vice-prefeito, Jorge Gomes (PSB), tem 6% das intenções de voto. Rivaldo Soares (PHS) tem 2%. 

Eduardo Guerra (Psol) e o professor Jefferson Abraão (PCB) não pontuaram. Brancos e nulos somaram 13%. Não sabem ou não responderam foram 9%.

Na pesquisa espontânea, em que os nomes dos candidatos não são citados, o ex-prefeito Tony Gel também ficou com vantagem: 31%, seguido de Lessa (11%) e Raquel (9%). Jorge Gomes teve 5% das intenções de voto, Rivaldo Soares, 2%. Guerra e Abraão não pontuaram. Brancos ou nulos foram 17%; não sabem ou não responderam, 25%

A margem de erro é de 5 pontos percentuais, para mais ou para menos. Esta foi a primeira pesquisa realizada após o início da campanha em Caruaru.

As entrevistas foram realizadas entre os dias 25 e 26 de agosto em diversos bairros da cidade e da zona rural; 400 eleitores foram ouvidos. A pesquisa foi registrada junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número PE-03007/2016.

Avaliação do governo atual

A pesquisa Ipespe/Folha também questionou os eleitores sobre a gestão atual, de José Queiroz (PDT). Os dados revelaram que 41% dos entrevistados avaliam a gestão com o "regular". 25% dos entrevistados classificaram a gestão como "péssima". Foram 21% os que avaliam a gestão como "boa" ou "ótima" e cerca de 11% avaliaram o governo de Queiroz como "ruim". Não sabem ou não responderam foram 1%.

O Ipespe também perguntou se os eleitores queriam mudanças em Caruaru: 68% dos entrevistados afirmaram que querem votar em alguém que mude totalmente a forma de administrar a cidade. Apenas 4% disseram que querem que o novo prefeito dê continuidade ao modelo de gestão atual.

Os entrevistados foram perguntados ainda sobre as duas áreas que consideram mais problemáticas na cidade: 45% responderam saúde pública; 34% disseram violência.

Com informações do NE10

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).