.

Vereador da bancada oposicionista em Santa Cruz do Capibaribe é multado em R$ 20 mil por compartilhar pesquisa falsa

Deomedes Brito, do PT, deve recorrer
Deomedes Alves Brito (PT) - Foto: Bruno Muniz (Arquivo do blog)
Na tarde desta quinta-feira (14), jornalistas do Blog Direto ao Ponto publicaram na íntegra uma sentença do juiz Dr. Tito Lívio, no ato em que condena o vereador Deomedes Brito (PT) a pagar R$ 20 mil pelo compartilhamento indevido de uma pesquisa eleitoral de teor fraudulento, em uma rede social.

A condenação foi uma surpresa até mesmo para o político e, demonstra um novo perfil de punições no regimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), prezando agora também pela postura dos pré-candidatos em mídias alternativas na internet.
Imagem do processo - Foto: Blog Direto ao Ponto (Divulgação)
Deomedes que é presidente municipal do Partido dos Trabalhadores até tentou argumentar, mas teve a sua defesa negada perante o órgão fiscalizador. A ação movida contra o vereador oposicionista foi lançada pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC).

Na ocasião, o petista compartilhou em sua linha do tempo no Facebook uma imagem que mostrava um gráfico formulado sem o consentimento da empresa realizadora da pesquisa e também dos pré-candidatos que disputam o pleito deste ano no município.

Veja a sentença destacada abaixo:
Clique para ampliar
Por ser político em exercício de cargo público a decisão final pesou, mas, a população precisa estar atenta em todos os âmbitos quanto ao compartilhamento de material inverídico, podendo também acarretar em processos seguidos de multas. O resultado do processo ainda cabe recurso por parte da defesa do vereador santa-cruzense.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).