.

Partidário sofre punição e é obrigado a remover postagem no Facebook, em Santa Cruz do Capibaribe

Descumprimento pode acarretar multa de R$ 2 mil
'Print' da publicação feita por Reginaldo - Foto: Reprodução
Na manhã desta sexta-feira (22), uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Santa Cruz do Capibaribe culminou na obrigatoriedade de remoção de postagem em rede social para o popular Reginaldo José Torres, militante do grupo de Situação local.

O fato ocorreu, pois, em 11 de abril deste ano, Reginaldo que é conhecido popularmente como 'Zé Gato Vieira' teria compartilhado em seu perfil no Facebook, um 'print' de uma nota de esclarecimento do Instituto de Pesquisas Alfa, nota esta que desmentia uma suposta pesquisa realizada no município.

Na publicação, Reginaldo apontou o disseminador da pesquisa falsa como sendo Fernando Aragão, pré-candidato a prefeito pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). A postagem teve um entendimento de prejudicial ao pré-candidato, na análise do Dr. Tito Lívio, juiz eleitoral local.
"A pesquisa não existiu… Fernando espalha pesquisa falsa e não tem coragem de julgar as contas de Zé Augusto. Dá pra confiar? Kkkkk", postou o militante na rede social.
Como resultado imposto pelo juiz eleitoral, Reginaldo Torres terá até quinze dias (à contar da decisão) para remover a publicação de seu perfil no Facebook, caso haja descumprimento de sua parte o mesmo será multado R$ 2 mil.

O Facebook também foi posto na ação pelo ativo, porém, não houve entendimento por parte do juiz que os responsáveis pela rede social tenham de alguma forma colaborado para a propagação consciente do conteúdo analisado.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).