.

Leitora alega transtornos após rompimento de contratos de imóveis com prefeitura de Stª Cruz do Capibaribe

Moradias teriam sido alugadas pelo órgão público para habitantes de comunidade carente
Fotos oficiais do contrato
Na última quarta-feira (13), a leitora Pricila Gaudêncio relatou em uma rede social, transtornos que está vivenciando devido um contrato de locação de imóveis que fez com a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe.

Segundo Priscila, a mesma havia sido procurada no ano passado pelo órgão publico que, na ocasião, solicitou três imóveis para aluguel. Os ditos imóveis seriam destinados à moradores da popular 'Favela Beira Rio', estes que foram removidos de sua comunidade com a promessa de uma moradia própria.
'Muitos transtornos para receber, mas recebia. O pior foi quando não quiseram arcar com o combinado em relação a problemas com uma inquilina", disse Priscila sobre os imóveis situados em São Domingos, distrito de Brejo da Madre de Deus.
Para a empresária, os problemas maiores ainda estavam por acontecer. Ela conta que no dia 11 de fevereiro deste ano os contratos de locação chegaram ao fim, mas, após cinco meses os inquilinos que restaram, dois no caso, se recusam a pagar o aluguel alegando que a responsabilidade seria da Prefeitura de Santa Cruz, afirmando ainda que os imóveis prometidos pela entidade pública (pelo 'Minha Casa, Minha Vida') não se tornaram uma realidade para eles.
"Problema; eu não estou recebendo os aluguéis há cinco meses, e sobrevivo daquilo que tenho. Ninguém responsável me procurou, pelo contrário, eu que corri muito atrás, mas ninguém me passa uma certeza de nada", reclamou Priscila.
A Prefeitura Municipal ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).