.

Concurso no TRE de Pernambuco forma comissão e edital pode sair ainda em 2016

Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco - Foto: Divulgação
Mais um grande concurso previsto na área judiciária. O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE/PE) tornou pública, através da portaria nº 564, a organização da comissão que terá a responsabilidade de organizar um novo concurso público. De acordo com o documento, a equipe terá a função de planejar, coordenar, supervisionar e acompanhar as tarefas referentes ao concurso, que selecionará servidores para cargos efetivos do quadro permanente do Tribunal. 

Veja a Portaria abaixo:
Portaria oficial - Clique na imagem para ampliar
O novo certame preencherá vagas em cargos que não foram contemplados no concurso de 2015, quando o órgão selecionou pessoal apenas no cargo de Técnico Judiciário nas áreas de Operação de Computadores e Programação de Sistemas; portanto a probabilidade é de que o concurso que está por vir terá vagas nos cargos de Analista Judiciário, áreas Judiciária e Administrativa, e de Apoio Especializado, nas especialidades de Assistência Social, Arquitetura, Medicina e Relações Públicas, além da carreira de Técnico Judiciário na área Administrativa.

A última vez que o Tribunal selecionou para tais cargos foi em 2011, quando ofereceu 32 vagas com salários de R$ 4.052,96 e R$ 6.611,39 para os cargos de nível médio e superior, respectivamente. Na ocasião, os servidores foram selecionados através de provas objetivas, com questões de múltipla escolha sobre Conhecimentos Básicos nas áreas de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Raciocínio Lógico-Matemático e Noções de Direito; além de Conhecimentos Específicos nas áreas de Direito e Administração.

A seleção de 2011 teve validade expirada em 11 de abril de 2016 e já não pode mais nomear aprovados. Quanto às convocações feitas, para Técnico Judiciário na área administrativa foram 144 aprovados convocados para posse no cargo que ofereceu apenas 11 vagas; e para Analista Judiciário - área judiciária, foram outros 54 chamados no cargo que ofertou 10 vagas no edital de abertura, o que demonstra que o órgão costuma nomear muitos candidatos classificados além do número inicial de vagas previstas - cadastro reserva - durante o prazo de validade.

Foi considerado aprovado na etapa, aquelas candidatos que cumulativamente obtiveram, no mínimo, 50% de acerto na prova de Conhecimentos Básicos e, no mínimo, 50% de acerto na prova de Conhecimentos Específicos. Candidatos ao cargo de Analista, em todas as áreas/especialidades ainda passaram por uma prova discursiva.

A remuneração atual das carreiras é de R$ 8.863,84 para Analistas e de R$ 5.425,79 para Técnicos, mais o auxílio alimentação de R$ 799,00. Além disso, os salários dos novos servidores terão reajustes escalonados até 2019 na proporção de 41% sobre o vencimento básico, conforme Projeto de Lei já aprovado no Senado.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).