.

Autoescolas terão reconhecimento facial e biométrico nas aulas práticas a partir de agosto, diz Detran de Pernambuco

Imagem meramente ilustrativa
Com o objetivo de diminuir a quantidade de fraudes no processo de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), a Secretaria Estadual das Cidades, por meio do Departamento de Estadual de Trânsito de Pernambuco – Detran-PE começa a exigir, a partir de agosto, o monitoramento biométrico e facial dos alunos e instrutores. Pioneiro no país, à medida que deverá ser adotada em todas as aulas práticas realizadas pelos Centros de Formação de Condutores – CFC’s foi inspecionada na pelo diretor presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro.

Para a execução dessa nova ferramenta os veículos serão compostos com um smartphone e um tablet com GPS, que servirão para realizar a telemetria com imagem para reconhecimento facial e biometria dos alunos.
“O sistema SuperPrático é composto por três módulos e segue toda legislação da categoria conforme as regras dos órgãos federais e estaduais” enfatizou Saulo Gomes, consultor técnico da empresa que desenvolve o serviço para os CFC’s.
Ainda de acordo com Gomes, o sistema funciona a partir do acesso do aluno e instrutor ao veículo, onde realiza a validação dos procedimentos de treinamento no início e final das aulas. Além disso, o software registra o percurso, faz à marcação do plano de aula, de conteúdos ministrados, da avaliação do instrutor, marcações de faltas, gravação de imagens internas e externas, registros de velocidades, entre outros dados.
“Todas as informações ficarão em um banco de dados por até cinco anos, possibilitando que nosso órgão tenha esse acompanhamento antes das provas práticas. Isso muito nos ajuda, pois teremos a possibilidade de saber como os alunos estão sendo capacitados e ter a garantia que eles serão bem treinados pelos CFC’s. Com essa medida, teremos melhores motoristas nas vias e um trânsito cada vez mais seguro”, defendeu Charles.

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).