.

Com definição de vices superadas, chapas agora partem para os próximos desafios


Os dois principais grupos políticos de Santa Cruz do Capibaribe (Bocas preta e Taboquinha) definiram os tão esperados candidatos e vices. Sabemos que um vice é um cargo irrelevante em uma administração, Porém sabemos que essa escolha pode ter um peso positivo ou negativo na hora de definir o voto. Ou seja, se determinado eleitor não simpatize com o candidato 'A' ou 'B', pode definir seu voto, devido o vice.

O atual prefeito, Edson Vieira (PSDB), optou por uma solução caseira. Depois de muito suspense e especulações, Edson anunciou o vereador Dida de Nan (PSB), como companheiro de chapa. Dida é um 'boca preta' tradicional e pessoa muito próxima do prefeito e por isso não deve interferir muito na decisão do eleitorado. Isto é, quem já não votaria em Edson, não mudará seu voto pelo fato do vice ser Dida. Edson não quis arriscar como em 2012, trazendo uma pessoa que veio do outro grupo, para compor sua chapa. 

Edson por hoje ser considerado favorito em 02 de outubro, optou pela opção fidelidade e confiança. Por outro lado se tivesse escolhido uma pessoa com bases eleitorais mais independentes, como por exemplo: Afrânio Marques (PDT), Narah Leandro (PSB) ou até Toinho do Pará (PSB), poderia atrair votos de um possível eleitorado não 'boca preta'.

Já o vice na chapa taboquinha, que tem como cabeça de chapa o vereador Fernando Aragão (PTB), não sabemos de fato quais foram os critérios que pesaram para escolha. Já no caso de Cleiton Barbosa (PTN), o escolhido, podemos dizer que é um nome que pode somar votos para a chapa, pois o mesmo não é um taboquinha tradicional.

Cleiton foi candidato a prefeito em 2012 e conseguiu deixar uma boa impressão. Nos debates que participou, Cleiton conseguiu superar os experientes Edson Vieira e Zé Augusto (PTN). Além do mais pelo fato de ser evangélico, poderá conquistar alguns votos dos cristãos.

Sobre a escolha do vice pela oposição, podemos fazer alguns questionamentos: 'Porque José Augusto Maia abriu mão de ter um de seus filhos na chapa majoritária?' Ou, 'por que será que nenhum vereador de oposição fez questão de ser vice?' Ou ainda, será que Cleiton por ter sido substituído por Fernando, irá se empenha na campanha ou apenas irá fazer seu nome para 2010?. 

São perguntas que durante ou ao abrir das urnas, teremos as respostas.

Por Marciel Aquino

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blog

Ao escrever seu comentário, certifique-se que o mesmo não possui palavras ofensivas (palavrões), calúnia e difamação contra ninguém, pois, caso haja, ele poderá ser banido por nossos moderadores, desejando manter a ordem e respeito a usuários e terceiros citados nas publicações.

Cordialmente: Equipe Blog do Bruno Muniz (Para mais informações consulte as nossas Políticas de Uso).